No

 

 


 



 


 
 
Apresentação do Autor

     Oswaldo P. de Carvalho Fº (OSW) é um artista em boa parte autodidata, residente na região do ABC (SP), o qual já se dedicou a várias formas e técnicas artísticas, incluindo música, desenho, pintura, artesanato, e por fim, a confecção de miniaturas e maquetes em várias escalas.
     Natural de Santos, Oswaldo iniciou naquela cidade as suas atividades artísticas ainda na infância, desenhando histórias em quadrinhos, cujo personagem principal era um macaco travesso chamado "Sêco". Sempre incentivado por seus parentes, o autor chegou a ter alguns trabalhos do tipo "cartoons" publicados no jornal infantil  chamado "A Tribuninha", que era um suplemento do tradicional jornal "A Tribuna" daquela cidade.
     Também em Santos, Oswaldo freqüentou cursos de desenho com carvão (crayon), serigrafia (silk-screen), escultura em argila e pintura em tela, inicialmente no clássico estilo acadêmico. Ainda em sua juventude, iniciou as atividades com montagem de miniaturas de plastimodelismo, cuja técnica envolve a pintura e montagem de pequenas peças plásticas, que juntas formam os modelos em escala.
     Na área musical, Oswaldo iniciou estudos de violão em sua adolescência, onde teve oportunidade de se desenvolver nas técnicas musicais e posteriormente passou pelo teclado e por outros instrumentos.
     Depois que veio morar em São Bernardo do Campo, Oswaldo se aperfeiçoou na arte de pintura em tela, tendo aulas com o artista local Moro, de quem recebeu influências, especialmente na técnica da pintura espatulada de estilo impressionista. Utilizando tinta a óleo ou tinta acrílica, Oswaldo pintou vários quadros nos estilos acadêmico, impressionista e abstrato.
     Usando como estúdio um atelier improvisado na garagem de sua própria casa, Oswaldo pintou em tela com temas variados, incluindo paisagens, aviões, navios, automóveis, arranjos de flores e outros tipos de naturezas mortas.
     Adicionalmente, Oswaldo explorou a técnica da pintura abstrata, com a utilização de papel tipo Lumicolor e tinta acrílica.  Nessa técnica, ele se valeu tambem da aplicação de adesivos holográficos, os quais foram mesclados ao arranjo de cores, dando um toque de surrealismo em seus trabalhos.
     Alem disso, Oswaldo dedicou-se ao desenho tipo "bico de pena", à confecção de maquetes de ferreomodelismo na escala HO (1:89) e à montagem de nichos de madeira MDF e dioramas em escalas 1:18 e 1:24, utilizando miniaturas de mobiliários de residências, oficinas e castelos.
     Algumas miniaturas foram compradas "prontas", porem, alem de aperfeiçoamentos na pintura, são necessários incrementos para proporcionar maior realismo, originalidade e riqueza de detalhes. Os materiais e componentes usados nessas miniaturas foram obtidos em lojas de material de construção, artesanato, bijuteria e modelismo.
     Outra atividade artística que também alcançou boa receptividade por parte de várias pessoas foi a confecção de peças decorativas com aplicação de pequenos espelhos na forma de mosaico ou com miscelânea de búzios, conchas e outros objetos marinhos, que são aplicados sobre painéis, vasos, quadros ou outros objetos de decoração.
     No campo da música eletrônica e digital, também chamada "midi", Oswaldo se dedicou a fazer sequenciações instrumentais a partir de softwares famosos tais como "Band-in-a-Box e Encore, respectivamente de criação de arranjos e notação musical, sendo que a conexão teclado-computador é feita através de um cabo "midi".
     Embora contando com recursos limitados em termos tecnológicos, o autor fez o possível para dar um sabor especial nestas pérolas da música brasileira. Neste site estão alguns arranjos no formato "mid" de clássicos da MPB, tais como "Brasileirinho" e o "Tico-tico-no-fubá".
     Em uma fase posterior, Oswaldo explorou a criação de "sketches" (desenhos no formato de esboços) com o recurso de softwares de edição de imagens, a partir de fotos, pinturas e desenhos, obtendo resultados bem interessantes.
     Para alguns, as artes de um modo geral são apenas um meio com fins lucrativos, porém, há outros que veem nelas mais do que um "hobby" - uma terapia agradável para a mente do artista, que é o caso do autor deste site.
     Através deste espaço na Internet, onde pode compartilhar livremente seus trabalhos, Oswaldo pretende homenagear todos aqueles que o incentivaram no caminho das artes, o qual não parece ter fim, pois a criatividade humana não tem limites.

link para contacto:

oswaldocarvalho@hotmail.com

Gif animado - créditos a Emilio Gomariz

 


 

 

Este site é dedicado a todos aqueles que se aplicam
 em algum tipo de arte e através dela tornam este mundo
 mais belo e alegre.
 

   

volta a página inicial